dddddddddd

dddddddddd

Slider

Intro AD

Meia do Caxias cutuca D'Ale após empate: "A mágoa dele deve ser porque nunca ganhou de mim"

Foto: Reprodução 

Durante o empate do Inter diante do Caxias, um bate-boca entre D’Alessandro e Wagner chamou a atenção e provocou repercussões após o término do jogo. O jogador do Caxias fez uma espécie de desabafo sobre o que teria escutado do gringo na confusão, que teve início após uma falta cometida por Anselmo.


“Quando a gente ofende uma pessoa, primeiro que não pode nem ofender, mas ele me chamou de bandido, o que me magoou muito. Mas a mágoa dele deve ser porque nunca ganhou de mim. Enquanto eu não perder, aqui é meu salão de festa”, disse o meia-atacante, para completar: “Dou a vida pelo meu time. Não posso fazer nada se eles não fazem isso pelo deles”. cutucou o argentino.


“É muito difícil jogar no Beira-Rio. Sabíamos que, se eles saíssem na frente, seria muito difícil para a gente reverter. A gente correu atrás, batalhou e empatou o jogo”, explicou o jogador do Caxias. 
Meia do Caxias cutuca D'Ale após empate: "A mágoa dele deve ser porque nunca ganhou de mim" Meia do Caxias cutuca D'Ale após empate: "A mágoa dele deve ser porque nunca ganhou de mim" Reviewed by Revista on fevereiro 12, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário